sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Olimpíadas de Língua Portuguesa: Textos finalistas - Fase Municipal

Categoria: Poema
Título: Cantinho abençoado
Escola: EEEFM PAULO DE ASSIS RIBEIRO
Diretor: ANTONIO CARLOS CRISTI
Professora: ILMARA MARIA SGOBERO BALBINO
Aluno: João Gerly Pereira Vieira

Colorado do Oeste é muito bom para morar,
também para brincar,
mas tem muito a melhorar.

As casas são lindas,
mas falta pintar.
O asfalto tem buracos,
é preciso concertar.

A saúde está precária,
tem que melhorar.
As ruas estão sujas,
é preciso limpar.
Não tem coleta seletiva,
é preciso reciclar.

Mas também há coisas boas,
como o canto dos passarinhos,
a beleza dos pardaizinhos
os prédios são ajeitadinhos.

O que tem de mais belo
é o brilho do Sol,
crianças felizes jogando futebol,
é muito agradável ver o arrebol.

É assim onde eu moro,
meu cantinho abençoado,
vem pra cá, vem conhecer,
o meu reino encantado.

Categoria: Crônica
Título: Como os cravos dos pneus
Escola: EEEFM PAULO DE ASSIS RIBEIRO
Diretor: ANTONIO CARLOS CRISTI
Professora: SILMARA DOMINGA DA SILVA NICOLA
Aluna: Amanda de Brito Costa

Título: Como os cravos dos pneus

Colorado do Oeste, cidadezinha ao sul de Rondônia. Pessoas de todos os lugares do país e até mesmo de fora dele. Em meio a tanta diversidade, para mim não há melhor lugar do que uma pista de Motocross perto de uma antiga rodoviária. Lá pratico um esporte para poucos, o qual não é muito praticado no país, tanto quanto o futebol, mas é de um encantamento enorme.
Entre homens e meninos de todas as idades, ser a única menina é desconfortável, mas nada que me desanime ou me impeça de seguir. Equipada da cabeça aos pés, me sinto mais linda do que em qualquer vestido glamoroso. E é em cima de uma moto que encontro meu refúgio em meio a esse mundo sem cor.
É triste ver meninos que assim como eu são apaixonados por toda aquela loucura não terem condições de bancar os gastos que temos lá dentro. Ficam só a imaginar, em cima de suas velhas bicicletas, como seria ser vencedor de um grande campeonato. A cada acelerada seus olhos adquirem um brilho maior e no coração um sonho futuro a se realizar.
Ali na pista acontecem algumas competições e recebemos vários pilotos de outras cidades. A cada uma, é uma nova emoção, mais uma história para contar e mais um parceiro de pista pra se levar.
Entre finais e finais de semana de muito treino e dedicação, quedas das mais insignificantes, até as que nos deixam caídos no chão sem ao menos conseguir levantar, a adrenalina que corre no sangue de cada piloto, parcerias e rivalidades, sonhos, vitórias e derrotas ficam ali cravados na terra assim como os cravos dos pneus.

Categoria: Memórias literárias
Escola: EMEF DOM JOAO VI
Diretora: MARIA CRISTINA SOLIDERA ROSSI
Professora: DIVA ROCHA DOS SANTOS ZEQUIM
Aluna: Tainara Souza de Lima

Título: A história de uma menina

A história de uma menina
Há trinta anos nasceu uma menina pequena e muito doente e com muita força e dedicação dos pais curou-se, mas logo uma grande tristeza, seu pai morreu, deixou sua mãe muito pobre com cinco filhos para criar.
Naquele tempo não se vivia como hoje, a pequena menina era bem frágil e por isso ela foi para escola com muita dificuldade, a mesma teve que estudar dois períodos para melhorar seu desempenho. Era tudo muito difícil, não tinha merenda, a água tinha que buscar longe de balde, faltava materiais didáticos escolares, muitas vezes foi preciso revezar até o chinelo com seus irmãos, porque na escola não podia estudar sem calçado, tudo era dividido, a borracha, o lápis uma dificuldade muito grande por causa da pobreza, morava em uma casa feita com bambu, o telhado era de palha. Mas uma coisa nunca faltava, o amor que minha mãe mesmo cansada dava, ela sempre teve tempo para seus filhos.
E assim o tempo foi passando e a menina foi crescendo na mesma dificuldade, mas sempre contente, aos dez anos ela teve que ajudar sua mãe cuidar de seu irmãozinho, trocar fraldas, dar mamadeira e também cuidar da casa, para que sua mãe fosse trabalhar na roça. E o tempo foi passando e ela moça apaixonou pelo filho de seu padrasto e aos dezoito anos casou-se e com dez meses de casada ficou grávida e logo seu marido ficou muito doente, passou quase toda a gravidez em um hospital cuidando do mesmo, foi muito difícil, mas venceu, com a cura do esposo, tudo ficou melhor. Após alguns anos a mesma descobriu que estava grávida novamente foi uma surpresa quando soube que seriam gêmeos e a felicidade multiplicou-se quando chegou o dia do nascimento dos bebês. Com passar do tempo notou que havia algo de errado com os filhos, eles tinham dificuldade para caminhar descobriu que seria um tratamento de longo prazo.
Nos dias de hoje vive bem melhor do que antes, faz tudo pelos seus filhos, até mesmo o que não possui para que os mesmos não sofram como ela sofreu, e apesar de todo sofrimento a felicidade está presente em toda família.

 Parabéns aos finalistas e em especial a Escola Municipal de Ensino Fundamental D. João VI pela classificação em Memorias Literárias

Um comentário:

Escola Paulo de Assis disse...

Parabéns aos diretores: Carlos Cristi e Cristina Solidera. Professoras Diva Zequim; Ilmara Balbino, e Silmara Nicola. A luta vale à pena!!! O momento é dia das estrelas: Tainara Souza, João Gerly e Amanda de Brito. Parabéns à equipe da SEMEC certamente selecionar os melhores entre excelências, deve ter sido tarefa árdua. Abraços a todos!!!!

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
SEMECOL - 4 anos de sucesso e informações! Obrigado pela visita.

Homologação do Processo Seletivo 2017

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº001/PMCOL/2017 – SEMEC

Informativo SEMEC 3

Informativo SEMEC 2012

INFORMATIVO MAIO/JUNHO-2012

Maio
View more documents from gracabt2011.

INFORMATIVO 2 SEMEC

INFORMATIVO 1 SEMEC